Brasileiros residentes no exterior

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou um relatório no ano de 2014 (atualizado em 28/08/2015), apresentando as estimativas dos brasileiros residentes no exterior.

O relatório mostra que, cerca de 3.091.274 (três milhões e noventa e um mil e duzentos e setenta e quatro) brasileiros residam nos oito continentes mapeados pelo mundo.

Estimativas de brasileiros residentes no exterior mapeados por continente. Fonte: Itamaraty. Ano do gráfico: 2015.

Estimativas de brasileiros residentes no exterior mapeados por continente. Fonte: Itamaraty. Ano do gráfico: 2015.

Embora não tão recentes, no ano de 2010, o IBGE juntamente com o Ministério das Relações Exteriores (Brasileiros no Mundo), apresentam algumas informações relevantes e mais detalhadas a respeito dos brasileiros residentes no exterior.

A pesquisa de dados baseou-se nos relatórios encaminhados pelos Consulados Brasileiros (situados no exterior). Essa base de pesquisa possui margem de limitação na coleta de dados, entre as quais a possibilidade de todas as pessoas que residiam em determinado domicílio terem migrado para outros países, eventual falecimento ao longo dos anos; e a existência de pessoas que emigraram há muito tempo e que foram desconsideradas nas respostas. O Censo 2010 não inclui os filhos de brasileiros nascidos no exterior.

Gênero

Da estimativa aproximada de 500.000 (quinhentos mil) brasileiros residentes em todos os países do mundo em 2010, mostra que 53,8% eram mulheres e 46,1% homens.

Idade

Estima-se que 94,3% da emigração brasileira encontra-se na faixa etária de 15 a 59 anos (na data de partida do Brasil), sendo que a faixa etária de 20 a 34 anos corresponde a 60%.

Já na faixa etária de 0-14 anos e o grupo da população idosa representam apenas 4,4% e 1,4%, respectivamente, do total.

As mulheres representam a maioria em todas as faixas etárias.

Destino

Os principais países de destino foram Estados Unidos (23,8%), Portugal (13,4%), Espanha (9,4%), Japão (7,4%), Itália (7,0%) e Inglaterra (6,2%). Esses países representam quase 70% do total.

Cabe ressaltar que, somados, os primeiros 10 países europeus na lista (Portugal, Espanha, Itália, Inglaterra, França, Alemanha, Suíça, Irlanda, Bélgica, Holanda) representam quase 49% do total, mais do que o dobro da cifra referente aos EUA.

Região de origem dos brasileiros

  1. Região Sudeste – 49% do total, sendo 21,6% provenientes de São Paulo, 16,8% de Minas Gerais e 7,1% do Rio de Janeiro;
  2. Região Sul – 17,2% do total – 9,3% saíram do Paraná (terceiro estado na classificação geral);
  3. Região Nordeste – 15% do total, 1/3 do qual do estado da Bahia (5,3%);
  4. Região Centro-Oeste – 12% do total, com destaque para o estado de Goiás contabilizando 7,2%;
  5. Região Norte – 6,9% do total.
Somados, os primeiros seis estados nessa classificação (São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Goiás, Rio de Janeiro e Bahia) representam 67,3% do total.
Países de destino e origem:
  1. Estados Unidos – principal destino da população oriunda de todos os estados, especialmente de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Goiás, São Paulo e Paraná;
  2. Japão – segundo país que mais recebe emigrantes, especialmente oriundos do estado de São Paulo e Paraná;
  3. Portugal – terceira opção da emigração, especialmente oriundos do estado do Rio de Janeiro e em Minas Gerais;
  4. Espanha – esse país aparece como segunda ou terceira opção de uma série de outras unidades da Federação, o que, segundo o IBGE, permitiria concluir que a proximidade do idioma estaria entre as motivações da escolha.
Países vizinhos
  1. Guiana Francesa – o principal destino da emigração proveniente do Amapá;
  2. Venezuela – recebe a maior parte dos fluxos que partem de Roraima;
  3. Bolívia – atrai maior volume de emigrantes do Acre.

Há uma percepção no aumento de interesse dos brasileiros em procurarem destinos no exterior para estabelecer moradias, motivados por melhora na qualidade de vida, crescimento profissional e perspectiva financeira.

Existem situações em que os brasileiros residentes no exterior necessitam de uma segunda via da sua certidão de nascimento, certidão de casamento ou certidão de óbito; e outras certidões emitidas por cartórios no Brasil que mantém o registro em seus arquivos.

Devido a uma frequente solicitação por parte de brasileiros residentes no exterior, solicitando ao site Cartório 24 Horas a entrega de Certidões no país onde os mesmos estão residindo, foi disponibilizado neste ano de 2016, a possibilidade de entrega de certidões e segundas vias através do FEDEX.

O produto Cartório 24 Horas é pioneiro na prestação de serviço de solicitação online de certidões para todos os cartórios brasileiros, com experiência de mais de 10 anos, realizando a entrega das certidões em endereços no Brasil e no exterior, de forma fácil e segura!

2 thoughts on “Brasileiros residentes no exterior

Deixe uma resposta para Cartório 24 Horas Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *